Entrei para a equipe da Grinding Gear Games há quase seis anos, mas tive a sorte de me tornar Gerente de Comunidade do Path of Exile no dia de hoje há quatro anos. Estes têm sido alguns dos melhores dias da minha vida. Aprendi muito sobre a vida, a indústria de jogos e eu mesma durante esse período e mal consigo expressar o quão grata sou por ocupar este cargo. Para celebrar esse aniversário, gostaria de responder algumas das suas perguntas sobre meu cargo e esse período que passei na Grinding Gear Games.

Como e quando você começou a trabalhar para a GGG? Como se tornou Gerente de Comunidade?

Comecei a trabalhar na GGG em Março de 2013, logo após o início do Beta Aberto. Naquela época eu tinha ouvido algo sobre o Path of Exile ser esse jogo legal sendo feito por kiwis logo ali na esquina da minha casa mas eu não tinha jogado ainda. Ouvi dizer que eles estavam precisando de ajuda no suporte ao consumidor. Eu havia feito um trabalho similar no passado (embora muito ruim) então um membro da família que ficou sabendo da oportunidade entrou em contato e me avisou caso eu estivesse interessada. Na época eu estava feliz trabalhando como pintora de casas então a princípio quando fiquei sabendo pensei: eles não vão me querer de forma nenhuma. Minha experiência anterior havia sido há muitos anos antes daquela época e eu estava certa de que não tinha nada a oferecer. Decidi que iria pesquisar mais sobre o cargo e ver se eu me encaixaria nele. Sou tão, tão feliz que ignorei minha primeira reação.

Durante meu tempo no suporte ao consumidor eu me foquei principalmente na moderação do fórum e comunicação. Era algo que eu realmente gostava de fazer e foi o início da minha construção de rapport com a comunidade. Na medida em que a equipe crescia e a necessidade por um gerente de comunidade oficial surgiu, Chris me considerou por conta da combinação da minha ética de trabalho e meu rapport com a comunidade. Ele decidiu me testar para ver se eu possuía alguma outra habilidade que poderia complementar a posição e também me ensinou um monte de novas habilidades como edição de vídeos, trabalho de narração e entendimento da comunidade do Path of Exile! Após alguns meses em teste, eu oficialmente conquistei o título!

Você poderia detalhar mais sobre as exigências do cargo?

Falando de forma ampla, isso significa que eu monitoro o fluxo de informações para a comunidade e de volta para os desenvolvedores. Mais especificamente, isso significa me assegurar de comunicar as ideias e feedback para membros chave da equipe de desenvolvimento, me certificando de postar respostas para problemas chave sempre que possível, assim como supervisionar o planejamento e execução do nosso cronograma de notícias. Eu também gerencio nossas redes sociais, a equipe de comunidade e interações da equipe com o público. Isso também envolve uma certa quantidade de trabalho de produção, especialmente no lançamento de expansões. Por exemplo, eu já tenho nosso cronograma de teasers e notícias planejados para o lançamento da nossa expansão em Março. Isso significa que eu trabalhei de forma próxima à nossa equipe de desenvolvimento para me certificar de que as tarefas sejam completadas dentro dos prazos para que possamos mostrar novas coisas à comunidade.

Como seu cargo como Gerente de Comunidade mudou no decorrer dos quatro anos?

Muito! Você pode notar que no passar dos anos meu título mudou de Gerente de Comunidade para Gerente de Comunidade Chefe e mais recentemente, Diretora de Comunidade e Produtora.

Quando comecei eu estava apenas escrevendo algumas das notícias mais simplistas. Meu cargo envolvia em sua grande maioria fazer isso e alguns trabalhos em vídeo com um software de edição de vídeo HORRÍVEL que estávamos usando na época. Nesse período, também possuíamos um time pequeno de apenas 30 pessoas, então um dos maiores desafios era ter ideias que poderiam ser preenchidas com a pequena quantidade de recursos disponíveis. Agora a Equipe de Comunidade inclui quatro pessoas trabalhando em coisas da comunidade e por volta de vinte tradutores.

Minhas responsabilidades agora incluem muito mais coisas. Creio que uma transição interessante foi que antes eu tinha que ficar pedindo informações para outras pessoas para que eu pudesse fazer meu trabalho. Hoje em dia várias pessoas me perguntam coisas para que elas possam fazer o trabalho delas.

Você definiu isso com suas ideias ou a empresa te deu mais direcionamentos?

Inicialmente, meu objetivo era simplesmente aprender as entradas e saídas do que Chris já estava fazendo. Uma vez que eu adquiri um entendimento sólido disso, comecei a sugerir mais melhorias que podíamos fazer e com o tempo várias delas começaram a ser aceitas.

Por exemplo, este foi o primeiro post de notícias que escrevi. Nós ainda fazemos mostruários da comunidade, porém o formato do post mudou significativamente. Temos banners para cada post, usamos o formato mais largo, imagens embutidas e etc. Essas mudanças vieram lentamente na medida em que descobrimos formas de melhorar as notícias sem retardar nosso processo de notícias diárias.

Como é um dia de trabalho típico para você?

Isso não existe, na verdade. Todo dia é diferente, no entanto, creio que existam algumas constâncias. Por postarmos notícias cinco dias por semana, cada dia é gasto trabalhando para bater a próxima meta de notícias. Isso pode significar me assegurar que temos o post de amanhã pronto, ou olhar mais para a frente da semana e ver se há algo que precisa ser começado agora. De forma geral ele começa comigo olhando meus e-mails e PMs em várias plataformas. Então vou dar uma olhada no fórum, reddit e mídias sociais para entender como o dia será e se há algo urgente que precisa ser resolvido. Então vou trabalhando pela minha lista de coisas para fazer baseado no que é urgente para o dia e o que precisa ser iniciado para o futuro. Alguns dias incluem ver os planos de 3 a 6 meses no futuro, o que faz com que o tempo pareça estar passando rápido demais e me faz sentir instantaneamente velha e mortal. Além dessas tarefas, estou em constante comunicação com vários dos nossos colegas de trabalhos para me certificar de que vários projetos estejam alinhados e garantir que as informações e recursos de uns para os outros estejam lá. Também continuo checando a comunidade no decorrer do dia.

Qual a parte mais difícil do seu trabalho?

Isso geralmente varia, apesar de que nesse momento estou fazendo isso por tanto tempo que existem poucas coisas que me tomam de surpresa, o que faz com que até mesmo as coisas mais desafiadoras sejam "fáceis". É provavelmente mais difícil me assegurar de equilibrar bem as coisas e não me desgastar demais. Fiquei 20x melhor nisso com o decorrer dos anos, mas algumas vezes ainda preciso me lembrar de desligar e sair. É complicado porque meu cargo é tão divertido que é bem difícil ver uma linha entre trabalho duro e trabalhar demais. Você pode, na verdade, ter uma coisa boa demais.

Qual parte do seu trabalho você mais ama?

As pessoas - tanto da comunidade do Path of Exile quanto meus colegas de trabalho. Existem pessoas na comunidade do Path of Exile que venho seguindo já por seis anos. Tem sido um privilégio imenso ver como as pessoas evoluem e compartilham as mudanças em suas vidas. A comunidade nunca deixa de me fazer rir e me trazer alegria.

Meus colegas de trabalho são uma mistura eclética de pessoas e talentos. Aprendi muito por estar entre eles. Junto a isso, pessoas se mudaram para a Nova Zelândia de todos os cantos do mundo para trabalhar no estúdio e isso significa que existem várias e incríveis perspectivas sendo compartilhadas.

O quão preocupante para você é representar de forma errada a empresa, acidentalmente ofender pessoas, ou de alguma outra forma danificar a reputação da GGG, considerando o quanto do seu trabalho é, por falta de termo melhor, postar memes?

Essa é uma concepção errada do que faço. Apesar de que não me importo muito com ela porque, cara, me divirto muito postando memes, no entanto, vale a pena esclarecer. Parte do meu cargo com certeza envolve postar memes. Isso nunca foi discutido ou decidido, só começou a acontecer e não dá pra chorar o leite derramado. No entanto, a maioria das coisas que faço acontecem por trás das cortinas. Eu diria que o que vocês veem das minhas publicações devem representar 10% do que eu realmente faço.

Para responder sua pergunta, é uma preocupação constante. Quando se trata de memes e gifs existem certos elementos no meu processo de seleção que exigem a pergunta 'Como isso poderia chatear alguém?'. Algumas vezes me deparo alguns gifs que estão bem em alta e seriam perfeitos para a ocasião, mas seriam muito mais controversos então deixo pra lá.

Em geral, estou em constante comunicação com a equipe para ter certeza do que estou dizendo e postando caso eu tenha alguma dúvida sobre as reações que posso conseguir. No entanto, agora já tenho uma ideia intrínseca de onde o limite está.

Você já havia trabalhado como RP/GC antes do seu trabalho atual? Como foi?

Sim, por volta de cinco anos antes de começar a trabalhar na Grinding Gear Games houve um jogo que joguei por um ano. Era pequeno e só tinha por volta de 40,000 usuários no total e por volta de 500 simultâneos. Eu jogava tanto que cheguei a ter o personagem de maior nível do servidor por muito tempo (não existia um limite de nível. Por eu gastar tanto tempo no jogo, o principal desenvolvedor me convidou para ser uma GM.

Minha performance foi horrível. Na época já havia um pouco de antipatia comigo por eu possuir o maior nível e ser capaz de banir as pessoas. Junto a isso, eu estava passando por um momento difícil na vida naquela época e era muito babaca com a comunidade. Eu os forçava a quebrar uma regra e então os bania por isso. Era um comportamento repugnante e eu honestamente ainda me envergonho por isso.

Só nos últimos anos é que eu olhei para trás e pensei 'O que foi que eu fiz?'. Me desculpei profundamente com o desenvolvedor envolvido, mas perdi contato com a maioria das outras pessoas que eram parte do servidor e não consegui me desculpar. Se eu buscar pelo meu antigo nome de GM, ainda posso achar exemplos de pessoas falando sobre o quão terrível eu era nos fóruns.

Nunca pensei que conseguiria uma chance de me redimir, então quando consegui o cargo na GGG essa gana pela redenção foi a lenha da minha fogueira. Apesar de não poder me desfazer daquele comportamento, posso canalizar essa experiência negativa e usá-la para criar experiências positivas no futuro. Eu uso isso como um lembrete constante do que quero e não quero contribuir com a comunidade. Após seis anos, me orgulho em dizer que continuo orgulhosa das minhas contribuições para essa comunidade e posso manter minha cabeça erguida sabendo que não repeti aqueles erros.

Existe alguma responsabilidade ou dificuldade em gerenciar uma comunidade altamente vibrante que as pessoas podem não esperar?

Acho que uma das partes mais duras é o mau entendido de que ao não nos direcionarmos publicamente a um problema significa que não o notamos ou não nos importamos com ele. Existem inúmeras razões pelas quais podemos não ser capazes de comentar sobre algo ainda, mas sempre prestamos atenção. Na verdade sou muito sortuda por trabalhar em um cargo juntamente com uma equipe de desenvolvedores tão engajados. A maioria dos desenvolvedores ficam de olho no feedback da comunidade por vontade própria.

Tanto o PoE quanto o Warframe possuem líderes de comunidades fantásticas que por coincidência são mulheres, você já experienciou alguma misoginia na indústria de jogos dominada por homens? Você já se sentiu menosprezada ao trabalhar com programadores e outras pessoas com alto treinamento técnico?

Eu nunca experienciei misoginia no estúdio. A cultura da Nova Zelândia por padrão é relativamente decente ao considerar homens e mulheres iguais - ao menos na minha experiência. Também nunca me senti menosprezada pelas outras pessoas daqui. Cada um de nós temos habilidades em diferentes áreas e trabalhamos juntos para comunicar informações relevantes com paciência e compaixão. Tendo isso sido dito, existem alguns desenvolvedores aqui que são, de forma não usual, adeptos da seleção de memes e acho que precisarei brigar com eles logo logo.

Quanto à indústria de jogos como um todo, não, não de forma séria. Existe um pequeno grupo de pessoas que acham que assédio é aceitável socialmente, e outro grupo de pessoas que gostam de dizer que qualquer sucesso que eu possa ter é estritamente um resultado do desejo de outras pessoas de me assediarem. Parece que muito dessa ideologia está presente nos streamers da Twitch também. Essa parte não é muito legal, mas também não vejo muita dificuldade em deixar passar.

Você é bem conhecida por ser bem engajada com a comunidade. Isso é carisma natural ou existe algum truque que você tenha aprendido para desenvolver essas habilidades?

Parte do segredo aqui é que eu trabalho junto à uma equipe de desenvolvedores que não se importam em serem transparentes sobre seu trabalho. O que eu faço se tornaria impossível se essa não fosse uma parte chave da dinâmica. Eu sempre fui apaixonada por trabalhar com comunicação com grupos de pessoas. Mesmo como barista, eu costumava me destacar bem ao conversar com clientes fixos e me assegurar de que eles tivessem um bom café todos os dias. Pode parecer clichê, mas você não tem que fazer grandes atos de heroísmo para melhor o mundo no qual vive. Você pode fazer isso com pequenos gestos; ainda assim conta.

Com certeza existem elementos que eu tive que aprender, ou ao menos, me forçar a sair da minha zona de conforto para me engajar. Apesar de eu ser relativamente boba uma vez que eu esteja confortável com as pessoas, na verdade sou naturalmente muito muito tímida e geralmente não gosto de ser o centro das atenções. Demorou um tempo para eu me acostumar a ficar sob os holofotes na comunidade e realmente gostar disso. Geralmente é assustador mas esse medo sempre me forçou a ser e fazer melhor.

Junto ao gerenciamento da comunidade, você também mantém a série Build da Semana. Pode nos dizer sobre ela? Como você seleciona as builds certas?

Eu realmente gosto de trabalhar na série Build da Semana! É uma forma interessante de selecionar e mostrar à comunidade do Path of Exile um reflexo de si mesma. Aqui está o que vocês estão fazendo nesse momento - como se sentem? É uma forma interessante de colecionar feedback sobre o jogo.

Quanto à seleção de builds, um dos desenvolvedores do jogo faz uma lista pequena de builds que parecem interessantes e atuais para a temporada. Nós então damos uma olhada nessa lista juntos e discutimos os prós e contras de cada uma delas, o que geralmente nos certifica de termos uma variedade de tipos de builds durante a temporada. Por exemplo, geralmente miramos em ter uma build forte porém simples, uma build meta, uma build fraca porém divertida, uma corpo a corpo, uma de longo alcance e etc.

Os erros de gravação da série Build da Semana também são bem populares e geralmente referenciados dentro da comunidade. Quando você decidiu lançar os vídeos dos erros? Como se sentiu sobre eles?

Não consigo me lembrar de quando decidi liberar os vídeos de erros de gravação. Acho que veio de uma combinação dos jogadores sugerindo isso e eu sabendo o quanto gosto de assisti-los pessoalmente.

Eu sempre tenho sentimentos mistos sobre eles. De um lado fico aterrorizada em lançá-los. Sempre fico nervosa nos dias antes deles saírem. Com certeza são constrangedores! No entanto, ver quanta diversão eles proporcionam às pessoas que os assistem aquece meu coração e faz com que valha a pena. Várias pessoas já entraram em contato para dizer que eles gostam de ouvir os erros quando se sentem ansiosos ou precisam estar confortáveis e isso honestamente é uma das coisas mais lisonjeiras que já ouvi na vida.

Onde você se vê em 10 anos?

Ainda me vejo na Grinding Gear Games continuando a trabalhar no que quer que isso evolua com o tempo. Não somente por amar ser parte dessa equipe, sou apaixonada por me certificar de continuar no caminho que nos mantém conectados à comunidade.

Ouvi rumores de que a GGG possui um monitor no escritório direcionado puramente a assistir repetidamente o Baeclast. Por favor pode confirmar?

O que é um Baeclast?

Você realmente joga Path of Exile? Quais são suas builds favoritas?

Sim - não tenho certeza se tenho uma build favorita, mas geralmente volto a algum estilo de jogabilidade confortável. 80% das minhas builds foram Caçadoras, os outros 20% são alguma variação de Arco Elétrico ou Rajada de Lâminas

Um dos momentos mais importantes do Path of Exile são os dias de lançamento de uma expansão. Pode nos falar um pouco sobre esses eventos?

Em cada dia de lançamento eu acordo por volta de 3:30am e venho para o estúdio por volta de 4:30am. Sempre crio uma nota para observar a escuridão e sua inovação. Eu só tenho que acordar nesse horário uma vez a cada três meses então tento saborear esse aspecto da experiência já que não consigo ver o mundo nesse horário geralmente.

Então eu passo de fininho pelo escritório do Chris, onde ele geralmente está dormindo e me ajeito na minha mesa com café e todas as nossas contas de mídias sociais. Quando os administradores do sistema chegam eu dou uma olhada em onde a build está e peço um detalhamento de qualquer problema em potencial que podemos encontrar.

O resto do meu dia é uma mistura turva de alimentar a empolgação da comunidade, monitorar o feedback, responder perguntas, me comunicar com os colegas de trabalho sobre comportamentos planejados e não planejados e me assegurar que a comunicação esteja fluindo bem.

Por volta de 13:00h eu geralmente consigo ir para casa e continuar assistindo a comunidade do santuário da minha cama na companhia do meu café.

Qual sua lembrança preferida de lançamento de liga?

Não sei se é a minha lembrança favorita mas é certamente a que mais se destaca na memória. Lembro que próximo ao lançamento, enquanto estávamos todos no salão de espera do hype, alguém postou uma imagem de um balde que queriam usar como banheiro e me lembro de pensar, 'Caramba, as pessoas realmente gostam de Path of Exile'.

A maioria dos lançamentos de expansões se misturam em uma bola de empolgação, nervosismo e cansaço.

Qual seu meme favorito?

Me sinto como tentar escolher seu filho favorito. No momento, This is like trying to pick your favourite child. Right now, memes do Senhor dos Anéis estão, de forma consistente, me fazendo rir. Particularmente aquele do Frodo 'Tudo bem, fique com seus segredos'. Nem consigo explicar o porque. Não é necessariamente bom, ele só faz cócegas no meu cérebro.

Quais hobbies ou interesses você possui fora do Path of Exile?

Gosto de criar arte digital. A arte da minha conta no Twitter também é um trabalho que fiz. Também amo música, caminhada e cozinhar! Quando era mais nova a maioria do meu foco era em hobbies musicais - eu já até estive na orquestra de um circo, o que continua sendo um destaque na minha vida. De forma geral, estou sempre em uma missão para melhorar a mim mesma e continuar aprendendo. Isso se manifesta de várias formas mas continua sendo meu foco principal.

Se pudesse dizer uma coisa que todo jogador de Path of Exile deveria ouvir, o que seria?

As pessoas que fazem as partes do jogo que você não gosta são exatamente as mesmas que criam as que você gosta. Por favor não grite com essas pessoas.

O quão difícil é não dar spoiler da próxima expansão?

É muito difícil. Você já se viu próximo de uma queda alta e se sentiu como se fosse pular involuntariamente? Nos dias que antecedem o anúncio da Incursion eu não conseguia parar de me visualizar dizendo o nome da liga acidentalmente. Eu sonhava com isso. Eu falava com as pessoas no chat da Twitch e constantemente dizia a mim mesma, 'Não fale o nome da liga. 'Não fale o nome da liga.'

É muito difícil não dar spoilers porque fico com muita vontade de dizer o nome da liga para vocês assim que fico sabendo. A mesma coisa acontece quando compro um presente para alguém. Fiquei esperando por uma ocasião especial para dar ele para a pessoa. Quero que eles abram logo que recebem!

Você tem alguma notícia futura no horizonte que gostaria de falar para a comunidade?

Azul e amarelo. Eles não estão na lista.

Mais uma vez, gostaria de dizer um grande obrigado à vocês da comunidade do Path of Exile e à equipe da Grinding Gear Games por me manter em sua companhia. Não consigo contar o número de formas que essa experiências contribuíram com a minha vida. Já fazem seis anos e estou imensamente ansiosa pelos próximos seis.

Obrigado.
Postado por
em
Grinding Gear Games
esse jogo que ela jogou era tibia? hummmm

Reportar Post do Fórum

Reportar Conta:

Tipo de Reporte

Informação Adicional